segunda-feira, 24 de outubro de 2016

Então, deixe amar...

"Tenha pena dos vivos e, acima de tudo, daqueles que vivem sem amor".
Me peguei pensando qual a chance de me apaixonar outra vez na vida. Não é uma tarefa tão difícil, convenhamos, mas eu sempre me apaixono por pessoas impossíveis ou por pessoas que não sabem o que quer ou, e esses são os piores casos, por pessoas que já estão apaixonadas por outras pessoas.

Tarefa difícil deve ser se apaixonar por alguém tão mimada e que demanda tanta atenção. Por alguém que ama tanto estar por perto, que tem prazer em exibir o amor na rua. Por alguém que parece durona, mas é de uma delicadeza romântica inacreditável. Por alguém sincera demais para se prender a joguinhos e regras de relacionamento.

Ah, quanta bobagem! Por que encher o amor de regras? Por que não andar na praça de mãos dadas, não cumprimentar com beijinhos, não fazer declarações no facebook com uma foto bobinha? Por que não deixar deitar no ombro para falar sobre o dia, antes de dormir? Por que esconder a felicidade?

É, deve ser muito difícil se apaixonar por alguém sem máscaras (e sem vontade nenhuma de usar). Deve ser difícil ficar para receber carinho ou dormir de conchinha quando se quer manter uma aparência de macho alfa que não ama. Não deve ser uma tarefa muito fácil assumir o que sente e esquecer os julgamentos. Pelo menos, não pra quem não é acostumado com isso.

Ainda não sei se me apaixonarei novamente um dia, mas para você que está nessa situação vai um conselho: sinta! Deixar o amor fluir é a melhor coisa do mundo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

KIRIDA VENK | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2016 | POR:
COMPRE AQUI O LAYOUT QUE SEU BLOG MERECEBILLION DOLLAR LAYOUTS