quarta-feira, 15 de março de 2017

Conto nove.

"Quando foi que ela deixou de ser importante?"
Ele me olhava quase sem entender.
- Quando? Você falava nela, seus olhos brilhavam. Agora parece que o nome dela te incomoda.
Ele ainda me olhava com interrogação. Eu até entendi, afinal, não é sempre que você convida a pessoa que você está afim para jantar e ela fala de outra.
- Eu nem sabia que você sabia dela.
- Eu não sou boba! Nem eu, nem ninguém. Estou aqui como amiga e, como amiga, quero abrir seus olhos.
- Gosto muito dela, ela é importante.
- Não como antes!
Ele revirou tanto os olhos que achei que não fossem voltar ao lugar certo. Permaneci inabalável.
- Não, não como antes. Antes eu misturei as coisas, me deixei levar pela carência, deixei ela se envolver de forma errada. Não quero isso.
Só conseguia me perguntar porque alguns homens, simplesmente, não procuram viver os sentimentos ao invés de afastar as pessoas. Por que ele não aceita o que sente ao invés de transformar isso em um sentimento ruim?
Não falamos mais sobre. Agora, deitada na minha cama, me bateu vontade de ligar pra ela e dizer que não rolou nada. Em que esquina da vida ele a deixou para que eu possa resgatá-la? 
(...)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

KIRIDA VENK | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2016 | POR:
COMPRE AQUI O LAYOUT QUE SEU BLOG MERECEBILLION DOLLAR LAYOUTS