terça-feira, 4 de julho de 2017

Hoje o coração voltou ao passado

Ela morreu.
E isso bastou pra que um filme passasse em minha mente. Não, não era minha amiga, mas me fez pensar se fosse um daqueles que eu deixei ir sem me perdoar, sem o meu perdão. Mas, de todos, você foi a lembrança mais forte.

Não dormi aquela noite e acredito que perderei mais noites pensando em como dizer a você que está tudo bem agora. Como eu queria que fosse recíproco... Queria, uma vez na vida, ter a certeza que não me odeia mais. Queria seguir em paz sem medo da sua reação se me visse na rua. Queria olhar nos seus olhos tão pretos quanto os meus.

Ah, como eu queria te contar que eu realizei aquele sonho que queria realizar com você anos atrás. Como eu queria te olhar como se fosse a primeira vez. Como eu queria ver seu sorriso pra mim mais uma vez.

Me lembro exatamente como foi que me falaram de você, antes de te conhecer. Minha vontade era ser sua amiga, passar o dia conversando sobre nosso amor em comum. E a vida fez que tudo fosse o contrário com a gente.

Eu perdoei você por tudo aquilo. E perdoei a mim. Espero que você também...

2 comentários:

  1. Que texto profundo Mariane! Fiquei impressionada com a maneira como você expressou seus sentimentos nesse texto. E a reflexão final então? Perfeita! O perdão é puro e fico feliz que tenha experimentado usá-lo. Parabéns pelo blog..

    www.edificacaoparticular.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai linda, fico muito feliz que tenha sido tocada pelo texto e que tenha gostado.
      Beijos, obrigada pelo carinho <3

      Excluir

KIRIDA VENK | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2016 | POR:
COMPRE AQUI O LAYOUT QUE SEU BLOG MERECEBILLION DOLLAR LAYOUTS