quinta-feira, 24 de agosto de 2017

Quando parei de me apaixonar pelos outros...

... achei amor maior em mim.
Eu sempre quis uma casa com sacada. Sonhava em poder meditar e tomar café olhando a rua. É claro que a meditação não aconteceu, mas o café sim, assim como a liberdade que ele representa.

Liberdade! Demorei tanto para sentir que nem reconheci quando ela chegou. Foi um misto de sentimentos inexplicáveis que cheguei a pensar que estava enlouquecendo. Tudo era tão estranho que eu cheguei a chorar algumas vezes e, por muito tempo, começar relacionamentos sem futuro por encontrar na liberdade, a solidão.

Mas, dessa vez, eu a deixei chegar com força e fazer morada aqui. E ela é maravilhosa, assim como essa brisa matinal da sacada. A cama não é vazia, a casa não falta nada. Aquele sorriso que se abre enquanto observo o dia começar é real.

Eu estou livre e isso basta. Livre e feliz. Infinitamente.

2 comentários:

  1. Ai que texto lindo! Tão bom quando a gente se apaixona por si mesmo, né? Aí sim a liberdade verdadeira vem <3
    Beijos!

    claramenteinsana.com

    ResponderExcluir

KIRIDA VENK | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2016 | POR:
COMPRE AQUI O LAYOUT QUE SEU BLOG MERECEBILLION DOLLAR LAYOUTS