quinta-feira, 26 de outubro de 2017

Pode ir, mas deixa o sorriso?

"Esse seu sorriso..."
Não é o combustível pra eu viver, confesso; e está bem longe de ter sido um dia. Mas ele era a forma que brilhava meus olhos toda tarde. Nos apaixonamos, eu e seu sorriso, e não é nada fácil desadmirá-lo - sim, eu sei que essa palavra não existe. 

Passei alguns dias olhando sua foto, pensando como teria sido diferente se não tivesse me proposto a perder. Mas, perder o que? Eu que nunca tive você, estava perdendo o quê?

Foi uma viagem ao passado que eu gostaria de ter tido e não tive. A adolescência agitada com amigos legais, bonitos e populares. Você era, e ainda é, tudo que eu quis ser há anos. Deixar você ir, me fez perder esse vínculo com a fase que eu mais quis viver na vida. De novo.

Seria simples e natural, você era só mais um, se não fosse esse conjunto de rosto perfeito, barba e dentes brancos. E sorriso... que sorriso!

Vai! Mas vai sabendo que ainda olho sua foto sorrindo. Vai sabendo que quando crescer e quiser voltar é só sorrir. Eu vou sorrir de volta e seguir. Seguir lembrando quão lindo foi poder reviver em você uma vida inteira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

KIRIDA VENK | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2016 | POR:
COMPRE AQUI O LAYOUT QUE SEU BLOG MERECEBILLION DOLLAR LAYOUTS